#ficaemcasa | Luísa Ló

O que faz quem fica em casa?

Em tempos extraordinários, as actividades manuais têm sido, para muitos, essenciais não apenas para ocupar o tempo, mas também para, face à incerteza, buscar alguma tranquilidade. Tricot, crochet, bordados, macramé, Arraiolos, tecelagem e tantas outras actividades são, mais do que nunca, parte essencial do dia-a-dia de muitos – por isso lançámos o desafio: o que está a fazer quem #ficaemcasa?

LUÍSA LÓ – Malhas e Cia

A primeira partilha é da Luísa Ló, que muitos conhecem da loja Malhas e Cia (Parede). Para além de ter criado inúmeros modelos para a Rosários 4, também já lançou vários livros de tricot – o mais recente, O tricot da Luísa para bebés, apresenta modelos irresistíveis, todos feitos com fios Rosários 4.

OS PROJECTOS

Tirando partido deste tempo extra em casa, a Luísa Ló tem não um, mas dois projectos de tricot nas agulhas. O primeiro é “um casaco em formato evasé com o fio Jardim, na cor verde. Já só me falta uma manga. O casaco é feito por inteiro começando por cima, com decote em bico e sem costuras.”

 

 

Sobre as técnicas utilizadas nesta peça, a Luísa partilha uma explicação muito útil: “utilizei uns aumentos para as mangas e para as laterais que não só são fáceis de fazer, como dão um efeito fora do vulgar. São feitos da seguinte maneira: coloca-se a agulha direita nas próximas 3 malhas da agulha esquerda e, sem as retirar da agulha, faz-se 1 meia, 1 laçada, 1 meia, 1 laçada e 1 meia. De repente temos 5 malhas na agulha direita o que significa que aumentámos 2 malhas.”

Obrigado, Luísa! Vamos experimentar também.

 

Para além deste modelo, a Luísa já tem outro em andamento: “O outro projeto que estou a começar é com o fio Bairro Alto. Será, se tudo correr bem, um casaco largo e não muito comprido, com decote redondo. Ideal para vestir por cima de um vestido. Tricotado de cima para baixo e sem costuras. Mais uma vez estou a usar o mesmo aumento que usei para o casaco Jardim, pois estou fã.

OS FIOS

Para tricotar estes modelos a Luísa Ló escolheu o Jardim da Rosários 4 (45% algodão, 55% lã merino superwash) e o Bairro Alto (100% algodão).

 

 

Sobre o fio Jardim, diz a Luísa: “Gosto muito de trabalhar este fio e a gama de cores é deliciosa. Achei graça fazer uns bordados de florzinhas à frente [do casaco] para lhe dar um toque pessoal e primaveril!

 

 

Em tempos de ficar em casa, os trabalhos manuais têm sido uma verdadeira terapia para muitas pessoas. E é isso mesmo que a Luísa Ló refere: “Nesta altura difícil, estou muito grata por ser tão viciada nesta maravilhosa coisa que é o tricot!

6

comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Carrinho

Temos novidades para si. Subscreva a nossa newsletter.